A viajar de avião? Conheces os teus direitos?

Novo Leitor de Cartões de Embarque da AirHelp permite aos passageiros saberem de forma imediata se têm direito a compensação

O novo Leitor de Cartões de Embarque, incorporado na app AirHelp, disponível gratuitamente para iOS e Android, permite verificar de forma rápida e fácil se o voo é elegível para compensação, em caso de perturbações. Basta fazeres scan ao código de barras do cartão
de embarque, através da câmara do telefone.

A AirHelp, empresa líder ao nível mundial na obtenção de compensações por perturbações em voos e especializada na defesa dos passageiros aéreos, acaba de lançar o primeiro Leitor de Cartões de Embarque de alcance global. Os passageiros aéreos que tenham sido afetados por atrasos ou cancelamentos podem verificar de imediato se o voo é elegível para compensação, utilizando um scanner incorporado numa aplicação para dispositivos móveis. Através da app AirHelp, disponível gratuitamente para iOS e Android, os passageiros apenas necessitam de fazer scan ao código de barras do cartão de embarque, com a câmara do telefone. Assim, conseguem perceber de forma rápida e fácil se têm direito a compensação e dar seguimento ao processo de reclamação.

Este avanço tecnológico, brevemente disponível na versão portuguesa, é uma nova adição há muito esperada na app AirHelp, que é atualmente a aplicação de compensações por perturbações em voos com mais downloads do mundo. Além de disponibilizar aos utilizadores atualizações em tempo real da sua reclamação, o Leitor de Cartões de Embarque permite aos passageiros adicionar vários cartões de embarque de uma só vez, mantendo-os organizados e arquivados (ideal para famílias e grupos). Funciona perfeitamente com a totalidade da app, que fornece conselhos acerca dos direitos do consumidor, de forma livre e independente.

O Leitor de Cartões de Embarque marca a segunda inovação em “tecnologia de viagem” para a AirHelp, que está a revolucionar o funcionamento da indústria de compensações. No início de 2017, a empresa lançou Herman, o primeiro advogado de Inteligência Artificial, criado especificamente para tornar o processamento de reclamações mais eficaz e preciso.

Todos os anos, mais de oito milhões de passageiros têm direito a uma compensação, mas apenas 2% conhece os seus direitos e avança com a reclamação. Isto significa que cerca de 2,3 mil milhões de euros ficam por reembolsar. É aqui que a AirHelp entra. Fornecendo “justiça como um serviço”, a empresa já ajudou mais de dois milhões de pessoas, conseguindo mais de 160 milhões de euros em compensações. A prioridade é garantir que os passageiros não são demovidos de reivindicar os seus direitos, dando-lhes o poder de pedirem compensações através de apenas alguns clicks no smartphone ou no site www.airhelp.pt.

Conheces a AirHelp?

A AirHelp é uma startup fundada em 2013, no Y Combinator. Tem como principal missão ajudar os passageiros aéreos de todo o mundo a obter compensações por atrasos, cancelamentos ou impedimentos de embarque em voos, ocorridos nos últimos três anos. Desta forma, apoia milhares de viajantes que desconhecem os seus direitos, têm falta de tempo ou de capacidades para apresentar reclamação de forma independente.

Presente em Portugal desde 2013, a AirHelp fornece um serviço intuitivo, através de website ou aplicação para dispositivos móveis, onde os passageiros podem introduzir os dados do seu voo e verificar se este é elegível para uma compensação da companhia aérea. Em caso afirmativo, o passageiro poderá ter direito a uma compensação de até 600 € por pessoa, sendo a AirHelp a tratar de toda a burocracia.

O primeiro advogado de Inteligência Artificial, Herman, foi desenvolvido pela equipa jurídica global e pelos melhores engenheiros tecnológicos da AirHelp nos últimos quatro anos. Durante a produção, Herman foi alimentado com conhecimento jurídico e experiência de milhares de processos judiciais de cerca de 30 jurisdições. Através da sua utilização, o tempo de processamento de reclamações é reduzido em 1200% e os custos do serviço legal são significativamente atenuados. Este desenvolvimento tecnológico torna assim o processo mais acessível para aqueles que, de outra forma, teriam de renunciar a ações legais.

Dispondo da maior base de dados de informação sobre voos, a AirHelp combina todos os conhecimentos sobre a regulação do espaço aéreo e algoritmos próprios. Desta forma, está apta a defender milhões de passageiros que desconhecem os seus direitos com base na regulação da UE ou que não podem perder tempo a fazer reclamações. O objetivo é tornar a reivindicação de compensações tão fácil e fluída quanto possível.

A empresa tem escritórios em Nova Iorque, Berlim e Gdansk, estando representada em 30 países da Europa, Ásia, América do Norte e América do Sul. Fornece apoio em 15 línguas e conta com 500 colaboradores em todo o mundo.

Gonçalo Béjinha
Escrito Por
Licenciado em Educação e Comunicação Multimédia / Especialista em Engenharia de Segurança Informática, apaixonado por tudo o que é tecnológico e louco por videojogos.

Deixa o teu Comentário

Recuperar a Password

Escreve o teu nome de utilizador ou e-mail. Vais receber um link para criares uma nova password na tua caixa de correio electrónico.

Registar