‘Hidden Figures’ – Análise ao Filme

Elementos Secretos conta-nos a história de três mulheres afro-americanas que trabalharam na NASA como “computadores” nos anos 60. As questões raciais são inerentes ao filme e tornam-se óbvias logo nos primeiros minutos do mesmo.

Em termos de narrativa, o filme cumpre o esperado: o desenlace de uma história biográfica acerca de três brilhantes mulheres que deram o seu (grande) contributo para a exploração espacial dos anos 60. A história acaba por recair sobre os direitos civis da época e desenvolve-se através de alguns períodos de dramatismo que acabam por ser atenuados com pequenas sequências mais leves e animadas.

Cada uma destas três mulheres, Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughan (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe) ao longo do seu árduo trabalho na NASA se depara com situações de racismo e desdém. Mas, com o decorrer do filme (e como seria de esperar), acabam por ir conseguindo o apreço dos seus pares, que colocam de parte as questões raciais que os abalaram anteriormente. Algumas das cenas de teor mais dramático parecem surgir com pouca profundidade e apenas tentam cumprir e demonstrar violações dos direitos civis de forma banal. A meu ver, é aqui que o filme acaba por soar um pouco vazio, parecendo querer avançar demasiado depressa para a questão da integração, criando alguns momentos hilariantes, em vez de difíceis, para aligeirar o mood do filme.

O ambiente recriado no filme está bastante bem conseguido, transportando o espectador para os anos 60 devido ao seu impecável tratamento do décor, do guarda-roupa e da estética da época, desde os carros até aos mais pequenos pormenores. Já a banda sonora peca devido à sua inexactidão histórica, uma vez que, (e apesar de cumprir a questão do divertimento) a música utilizada é contemporânea. A utilização desta banda sonora, para mim, surge como um desligar do filme para uma realidade completamente diferente.

Elementos Secretos tem sido bastante badalado mas o que me parece estar realmente por detrás deste imenso êxito são as interpretações fortes e admiráveis do elenco. Não só das três actrizes principais como também do elenco secundário. Taraji P. Henson dá uma performance notável durante todo o filme, recriando a vida de uma mulher que foi tão importante para a sociedade americana mas que só obteve valor anos mais tarde. Octavia Spencer é a representação de uma mulher que não desiste e que demonstra a todos os que duvidaram dela, a sua imensa inteligência e capacidade e Janelle Moráe, (uma novata na interpretação), representa uma mulher de garra que nos traz uma personagem cheia de perseverança – Mary Jackson que acabou por se tornar em uma das primeiras mulheres engenheiras. Tendo em conta este óptimo elenco, é de questionar haver apenas uma nomeação de actriz secundária para Octavia Spencer nos Óscares.

Elementos Secretos é um filme divertido que conta, de forma ligeira a história destas três extraordinárias mulheres. Cumpre o seu objectivo de entreter, e supera na escolha do seu elenco.

Marta e Silva de Almeida é Editora de Cinema no 8.5Bits

Deixa o teu Comentário

Recuperar a Password

Escreve o teu nome de utilizador ou e-mail. Vais receber um link para criares uma nova password na tua caixa de correio electrónico.

Registar

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.