8.5
Destaques

Teste a ‘Call Of Duty: Black Ops 4’

Fãs de Call of Duty, chegou a hora de entrarem novamente no ativo, respondam ao vosso dever e defendam com orgulho a vossa equipa em Call Of Duty: Black Ops 4.

Será escusado dizer que Call of Duty é um best seller, e que bate recordes ano após ano ao vender milhões e milhões de cópias por todo o mundo; este ano (2018) temos ao nosso dispor Black Ops 4, um projeto que surge como fruto da parceria entre a Treyarch e a Ativision. Está disponível desde 12 de outubro para as principais plataformas, tais como: PS4, Xbox One e PC. A título de curiosidade, a união entre estas duas entidades surgiu em novembro de 2010 com o lançamento do primeiro Black Ops.

Uma outra curiosidade que a equipa do 8.5Bits se orgulha de partilhar é a nossa origem, isto é, o nascimento de 8.5Bits, para que se saiba estamos quase a fazer 4 anos de existência e conta a história que Call of Duty foi o nosso primeiro jogo a ser testado, através de um livestream, sem os meios de dispomos hoje mas com toda a nossa dedicação. Desde então já foram analisados centenas de jogos, tecnologias e outros conteúdos multimédia; obrigado a todos os visitantes que nos acompanham 😉

Bem, no que diz respeito à análise de Black Ops 4 podemos dizer que o jogo se divide essencialmente nos seguintes modos:

Blackout

Blackout foi o nome dado ao modo de jogo em forma de battle royale, para quem desconhece este género basta pensar no mega sucesso Fortnite, mas neste caso, Call Of Duty é outro nível, tudo tem um forma mais séria, com personagens a sério, cenários brutais e um sistema de combate fantástico.

Os principais objetivos, quer jogues sozinho ou em grupo, são vasculhar os mapas para recolher armas e outros utensílios e sobreviver/ ganhar a batalha.

Battle Royale é um estilo de jogo que chegou com força e que me faz acreditar no seu futuro, certamente irá surgir em muitos outros jogos. Um modo viciante e intenso devido à sua simplicidade e à facilidade de entrar nos melhores, mesmo que por vezes as estratégias sejam menos vistosas, tais como estar sempre escondido até que se matem todos uns aos outros.

Multiplayer

O modo multiplayer dispensa apresentações, pois tal como o próprio nome indica este é o modo tradicional multijogador em que se disputa uma ou várias batalhas, num determinado mapa, num período de tempo ou limite de mortes.

Na minha opinião, este modo é o mais agressivo, este é o tal modo onde não há lugar para jogadores inexperientes, prepara-te muito bem antes de entrares em combate ou caso contrário serás um pedaço de carne sem instintos no meio de predadores ferozes.

Zombies

O modo Zombies, para mim, foi sem dúvida o modo mais divertido e que mais vezes joguei. Este modo jogado em cooperação com outros jogadores visa dar continuidade aos títulos anteriores, sendo os seus objetivos principais a sobrevivência às várias vagas de Zombies e se possível ser o melhor ao nível dos pontos.

Neste modo para sobreviver é preciso matar, desta forma será possível comprar novas e melhores armas para aniquilar os mais variados tipos de Zombies, sejam eles humanos, animais ou uma espécie de monstros Frankenstein.

A adrenalina sobe-nos à cabeça e tentamos a todo o custo não ser devorados por essas espécies hostis que vagueiam pelo cenário, que precisa de ser ampliado com o nosso dinheiro.

Uma critica que não posso deixar passar em vão (mais uma vez) é a questão da obrigatoriedade da subscrição do serviço PS Plus, este que além do preço elevado do jogo irá obrigar o utilizador a gastar mais um pouco sempre que quiser jogar online e que no caso de CoD BO4 é imprescindível.

Em suma, Call Of Duty é a tal máquina de guerra que não para de surpreender, com inovações mais ou menos interessantes de ano para ano, mas que continua na vanguarda dos jogos de tiros na primeira pessoa.

Call of Duty: Blac Ops 4 já está disponível!

8.5

Pros

  • Modos de Jogo intensos
  • Novos e diversos mapas
  • Modos de jogo online

Cons

  • Obrigatória uma subscrição no PS Plus
Licenciado em Educação e Comunicação Multimédia / Especialista em Engenharia de Segurança Informática, apaixonado por tudo o que é tecnológico e louco por videojogos.
Scroll to top