8.5
Bom
Videojogos

Teste a ‘MLB The Show 18’

Considerado um dos principais desportos nos Estados Unidos da América, mas sem grande difusão na Europa e ainda menos em Portugal, chega-nos MLB The Show 18!

Começo por dizer que há muito tempo que não tinha um teste tão exigente, pois fui “obrigado” a estudar as regras para conseguir jogar e de algum modo tentar perceber como funciona o sistema de pontuação e todas as regras e funções dos jogadores.

Por outro lado, como praticante de desporto de longa data que fui, posso dizer que gosto de todo o tipo de desportos e que jamais iria recusar um teste a um jogo como este, embora nunca tenha experimentado basebol digo que é uma modalidade interessante.

Um jogo desenvolvido pela Sony Interactive Entertainment de San Diego Studio, sendo o décimo terceiro título da linhagem de MLB e já está disponível para a Playstation 4 desde 23 de março de 2018.

Na minha opinião, digo que na Europa podemos comparar este jogo com o FIFA, e quando se fala em comparar começo por destacar os menus de navegação, em formato de mosaicos. Em grande parte, toda a navegação e as suas opções fizeram-me lembrar sempre o FIFA, por exemplo,com a opção de desbloquear cartões com os melhores jogadores da liga, a classificação dos jogadores e das equipas e até mesmo a gestão da equipa a utilizar é muito semelhante ao FIFA. No meu ponto de vista e de acordo com a dimensão deste jogo, gostaria de ter visto e testado este jogo em português, penso que dessa forma teria apreendido melhor e mais sobre o basebol.

No que diz respeito ao jogo, torna-se claro que o grande objetivo é fazer pontos através de várias formas, sendo a principal com as batidas na bola.

Cada equipa é composta por nove jogadores, a equipa que ataca entra em campo com apenas um jogador (o batedor) e a equipa que defende entra com nove jogadores, cada um com uma posição definida e ao contrário de todos outros desportos que conheço, não existe qualquer duração mínima ou máxima para disputar um jogo. O jogo termina quando uma equipa tem mais pontos ao fim de nove rondas.

Ao nível do jogo, é também evidente que temos de bater na bola com um taco e de algum modo conseguir que a mesma se mantenha dentro do quarto de círculo (ou diamante se considerarmos apenas as quatro bases), para que o ponto (ou pontos, dependendo da quantidade de jogadores atacantes no diamante ) seja válido. Como podem perceber, existem imensas regras e formas de pontuar.

Assistam agora ao vídeo para perceberem a teoria e volto a atacar assim que o mesmo terminar.

De um modo geral, este jogo está bem conseguido ao nível gráfico, ao nível da posição e movimentação da câmara e na fluidez dos movimentos das personagens, pois foram vários os momentos que me esqueci completamente que estava a jogar, estava de tal modo focado no jogo e nas regras que deixei o mundo real de lado e desfrutei do mundo virtual ao máximo.

Como ponto positivo destaco os inúmeros tópicos de ajuda, extremamente úteis para jogadores iniciantes na modalidade e que suportam a adaptação e evolução para desafios maiores dentro dentro jogo, nomeadamente, os modos online ou modos de dificuldades mais exigentes.

Uma coisa é garantida, as horas de jogo são ilimitadas….muitas horas de jogo estão pela frente.

MLB – The Show 18 já está disponível!

 

8.5
Bom

Pros

  • Muitos tópicos de ajuda (Apoio na aprendizagem)
  • Muitos modos de jogo/opções e/ou funcionalidades

Cons

  • Desporto "pouco" praticado na Europa
Licenciado em Educação e Comunicação Multimédia / Especialista em Engenharia de Segurança Informática, apaixonado por tudo o que é tecnológico e louco por videojogos.
Scroll to top