9
Destaques

Teste a ‘PES 2019’

Chega finalmente aquela fase do ano em que praticamente todas as semanas são disponibilizados ao público grandes jogos, e nesta semana temos a análise de Pro Evolution Soccer 2019.

É com grande orgulho que a equipa do 8.5Bits tem o prazer, de mais um ano, fazer o teste a este grande título dos videojogos, que já nos acompanha desde 2001, através do primeiro lançamento, Pro Evolution Soccer.

Sem mais demoras e no que diz respeito ao novo título da Konami Digital Entertainment B.V., vamos salientar várias melhorias, tais como:

  • Um maior número de ligas e equipas licenciadas, significando isto que os nomes, logos, patrocínios, entre outros elementos são apresentados corretamente. De referir que a Liga Portuguesa, juntamente com todos os clubes e os seus jogadores estão licenciados (fixe…). O lado negativo deste ponto é que ainda existem muitas equipas que estão com os nomes e jogadores errados, dando assim um ar menos profissional ao jogo.

  • Melhorias a nível individual de cada jogador: Na minha opinião, a grande melhoria apresentada em PES 2019 é a qualidade individual de cada jogador, isto é, é notório que a Konami continua a apostar no jogo em vez de novos modos de jogo, e para que sejam visíveis os resultados no jogo foram implementadas algumas melhorias no jogadores, nomeadamente, um sistema de fadiga mais real, este que fará o jogador errar mais vezes quando se encontra cansado. Cada jogador irá ter uma característica única, tal como fintar, driblar, passar, cruzar, entre outras funções de futebolistas. Uma outra melhoria bem visível são os toques e/ou remates acrobáticos que os jogadores executam diversas vezes durante o jogo. 

  • Melhor qualidade/definição: Para que o espectáculo do desporto rei seja vivido intensamente, PES 2019 apresenta uma otimização para todos os dispositivos que permitam resolução 4K.

  • Lendas do futebol: PES 2019 volta a “contratar” grandes jogadores do passado, sendo possível integrá-los em qualquer plantel. Dá-se um grande destaque a David Beckham, não sei porquê, mas ok…


No meu ponto de vista e com base no tempo jogado (incluindo o teste à Demo de PES 2019), posso dizer que a jogabilidade melhorou bastante, tornando-se mais fluída e mais precisa no momento de fazer passes, cruzamentos e até mesmo enquanto se controla a bola. PES 2019 deu, sem dúvida, um passo na direção certa, no entanto existem alguns aspetos que poderiam ser melhorados, tal como a inteligência artificial dos árbitros, que neste caso parecem ser demasiado rigorosos e assertivos, impossibilitando quase contacto físico.

Um outro elemento que a mim não me faz qualquer distração, mas que são muitas vezes criticados, são os comentários, na minha opinião estão positivos, de salientar que o jogo está totalmente em português de Portugal. Destaco ainda pela positiva as músicas recentes e comerciais que passam em background, quando se navega pelos menus ou quando se faz a gestão da equipa.

Pessoalmente, sou um jogador que gosta de partir logo para a ação, entrar logo em jogo o mais depressa possível, mas consigo perceber/analisar que PES 2019 apresenta um menu bem simples e renovado, sem qualquer tipo de complicação.

No que concerne aos modos de jogo e como já foi dito anteriormente, PES 2019 não apresenta novidades, mas continuam a destacar-se os modos myClub, as ligas dos vários países e a liga Master.


Em suma, se és fã de PES e gostas de entrar em campo o mais rápido possível então este é o jogo ideal para ti, pois não te irá desiludir. Com melhorias significativas dentro campo em relação ao ano anterior, mas com poucas novidades de interesse fora dele.

Para terminar deixamos no ar a pergunta inevitável que é feita todos os anos, quem irá ganhar este ano a batalha dos jogos de futebol PES ou FIFA?

9

Pros

  • Mais ligas/equipas licenciadas (em comparação com PES2018)
  • Sistema de fadiga mais realista
  • Melhor qualidade de imagem (Otimizado para 4K)

Cons

  • Sem grandes novidades / Sem novos modos de jogo
Licenciado em Educação e Comunicação Multimédia / Especialista em Engenharia de Segurança Informática, apaixonado por tudo o que é tecnológico e louco por videojogos.
Scroll to top