8.1
Bom
Videojogos

Teste a ‘V-Rally 4’

V-Rally 4 marca o regresso de uma série de jogos dedicada a este desporto motorizado que estava desaparecida desde os tempos das velhinhas Playstation 2 e X-Box, plataformas para as quais tinha sido lançado V-Rally 3, há uns longos dezasseis anos. V-Rally e V-Rally 2, mais antigos ainda, eram títulos da primeira Playstation. A maioria dos jogadores que tiveram o privilégio de viver os tempos dourados dessas consolas, provavelmente, não se recordarão desta série, pois não era um verdadeiro blockbuster; mas alguns, poucos, poderão lembrar-se que V-Rally era sinónimo de um excelente jogo de corridas que, sem querer revolucionar o género, era suficientemente bom para convencer a maioria dos jogadores e da crítica. Disponível para PS4, a versão que testámos, Xbox One, Nintendo Switch e PC, V-Rally 4 segue essa tradição.

Para começar, assim que iniciamos o jogo, salta à vista a qualidade gráfica bastante acima da média, e não apenas comparativamente com outros jogos de corridas: V-Rally 4 é detalhado, polido, fluido, apresentando-se com uma estabilidade e qualidade que por raras vezes encontramos na PS4, a versão testada por nós. Os sons são também eles excelentes, desde o rugido dos motores à voz do copiloto, passando pelos choques com outros veículos ou com objetos do cenário. Outro ponto a favor é também o controlo do carro, isto comparativamente com outros jogos do género, realista quanto baste mas arcade o suficiente para que consigamos conduzir decentemente mesmo apenas com o comando.

Quando iniciamos a nossa campanha, somos guiados por uma simpática narradora que nos vai fazendo um tutorial de tudo o que precisamos de saber para avançar na carreira mas, ao contrário da maioria dos jogos, este é-nos apresentado ao longo de várias corridas e nos momentos que as vão intercalando sem ser aborrecido. Quando terminamos o tutorial estamos prontos para continuar a ação, seja no modo de campanha para um só jogador ou competindo com outros jogadores pela Internet. Este modo de campanha não é, nem pretende ser, inovador, e é semelhante a muitos outros que conhecemos da maioria de jogos de corrida: corremos, fazemos melhorias ao carro, corremos mais, compremos carros novos, e repetimos o processo. No entanto, não estamos com isto a querer diminuir a qualidade e quantidade de horas de jogo oferecidas por este modo, muito pelo contrário: sem ser original, é bom, é longo, e transmite aos aficionados de jogos de condução uma sensação agradável de familiaridade, com a vantagem de estar integrado com o modo multijogador, pois o nosso progresso no modo campanha é o que dita que carros podemos usar e que melhorias temos disponíveis, incentivando-nos a correr quer a solo quer com oponentes reais.

Por um lado, V-Rally 4 tem como ponto positivo a variedade de cenários e tipos de corrida: viajamos do Quénia à Sibéria, passando por cidades como Detroit ou aldeias no Japão, em corridas de Rally clássicas, nas quais corremos contra o relógio, V-Rally Cross, correndo simultaneamente contra vários adversários num circuito, Extreme-Khana, normalmente em cenários urbanos com carros potentes e muito pouco espaço de manobra, Hillclimb, onde subimos ao topo de uma montanha por um circuito sinuoso, e Buggys, semelhantes ao V-Rally Cross mas offroad em vez de em circuito. Como pontos negativos, podemos apontar a quantidade algo limitada de pistas e de veículos disponíveis e a dificuldade do jogo, não em todos os eventos, mas nas provas de contra-relógio como Rally e Extreme-Khana. Não deveria ser preciso sermos um Sébastien Ogier para conseguirmos mais que um invariável último lugar em todas as corridas de contra-relógio em que participámos, mesmo com a dificuldade no mínimo possível. Felizmente, V-Rally 4 não nos frustra e deixa-nos ir avançando na campanha mesmo sem vencer algumas corridas, mas não deixa de ser um jogo difícil…

Concluindo, V-Rally 4 assume-se como uma alternativa válida aos jogos de corridas, em particular de rally, que existem no mercado: é belo, é fluido, é variado; mas também fica a sensação de ser um pouco pequeno, com poucos carros e poucas pistas, o que não é sinónimo de não providenciar imensas horas de jogo, pela sua campanha e pelo modo online. Não sabemos ainda, obviamente, se será um jogo que possa vir a ter atualizações de conteúdo no futuro, pois se assim for tornar-se-á, sem grande margem para erro, um dos melhores no seu género; por agora, é um jogo de rally com bastante qualidade, ao qual pouco falta para ser brilhante.

Pedro Moreira é Reviewer no 8.5Bits | twitter @morenho27 | pedromoreira@8dot5bits.com

8.1
Bom

V-Rally 4

V-Rally 4 é um bom jogo de corridas, sonora e visualmente muito agradável e realista, com uma boa longevidade, garantida pela campanha para um jogador e pelo modo multijogador. Tem variedade de circuitos e carros disponíveis, mas poderiam ser mais numerosos.

Pros

  • Grafismo realista e detalhado.
  • Diversidade de localizações.
  • Controlos precisos.
  • Diferentes categorias de corridas.
  • Modos campanha e online extensos.

Cons

  • Podia ter mais carros e circuitos.
  • Dificuldade acima da média.
Jogador desde os tempos do Spectrum, aficionado a jogos de Luta, Condução e RPG. Estudou Línguas e Literaturas na Universidade Nova de Lisboa, e Línguas, Literaturas e Culturas na Universidade de Évora. É Professor de Português e Espanhol, e nos (poucos) tempos livres consegue, por vezes, ligar o PC.
Scroll to top