A Comic Con Portugal regressa este ano para a 6ª edição do maior evento de Cultura Pop do país, de 12 a 15 de setembro, no Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras. 

A edição deste ano começa por uma homenagem a Stan Lee, um dos mais notáveis criadores de histórias de banda desenhada, responsável por alguns dos maiores super-heróis e vilões da Marvel, representando em vários conteúdos e espaços do evento, a começar pelo pórtico de entrada no recinto, que tem como pano de fundo a cidade imaginária de Nova Iorque, idealizada por Stan Lee.

As novidades continuam com o espaço renovado, pensado totalmente na experiência dos visitantes, que estará pela primeira vez dividido em três grandes áreas: Área Comercial, Experiências e Programa/Auditórios. Cada uma destas áreas terá conteúdos de 10 temáticas diferentes – Cinema, Televisão, Banda Desenhada, Literatura, New Media, Anime&Manga, Cosplay e Comic-Con Kids – entre convidados, painéis e sessões ou ativações de marca.

A nível de convidados, a 6º edição do evento contará com vários nacionais e internacionais nas diferentes áreas, como Millie Bobby Brown, a protagonista de “Stranger Things”, Alexander Ludwig da série “Vikings”, Benedict Wong, ator de “Doutor Estranho”, Vingadores: Guerra do Infinito” e “Vingadores: Endgame”, da Marvel Studios e da série de sucesso “Deadly Class”, do Syfy, Esther Acebo e Itziar Itunõ, duas atrizes espanholas de “La Casa de Papel”, Avi Nash, ator de “The Walking Dead”, o ator português Joaquim de Almeida, Kass Morgan, autora do best-seller dos livros “The 100”, Ed Brubaker, um dos grandes argumentistas de Banda Desenhada a nível mundial, César Carvalhosa Soares, Designer de modelos português da LEGO® STAR WARS e ainda vários youtubers como Tiagovsky, Owhana, entre outros. A música fará a sua estreia nesta edição, já que pela primeira vez estará representada através do Rádio Comercial Music Stage by milk&black, com emissões em direto, onde vão passar diversos convidados e que terá por exemplo o concerto da banda do filme de sucesso “Variações”. Haverá ainda cosplayers internacionais e os habituais concursos de Cosplay, um espaço de Gaming para torneios, experimentação de jogos, ativações e conteúdos exclusivos de marcas como a ASUS ou Xbox e ainda um espaço Kids com várias ativações para os mais pequenos, como as da LEGO® ou um estúdio móvel do filme FROZEN II – O Reino do Gelo, para um casting de vozes para o próximo filme da Disney.

A NOS, o grupo líder de Comunicações e Entretenimento em Portugal, mantêm-se pelo segundo ano consecutivo, como main sponsor do evento, um fit perfeito com o evento Comic Con Portugal devido ao seu know-how neste género de eventos.

A Comic Con Portugal foi criada em 2014 com o objetivo de reunir os fãs da Cultura Pop num evento extraordinário onde, uma vez por ano, pudessem partilhar a sua paixão por este universo e possam ser o que quiserem, sendo a oportunidade perfeita para os visitantes conhecerem de perto os seus ídolos, conseguirem um autógrafo ou uma fotografia, ou até mesmo fazer-lhes perguntas durante os painéis de Q&A. A última edição do evento Comic Con Portugal, decorreu no Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras e contou com 108.897 visitantes.

 

ANTHONY CARRIGAN,
NOMEADO AO EMMY® PELA SUA INTERPRETAÇÃO NA SÉRIE “BARRY”, DA HBO PORTUGAL, CONFIRMADO NA COMIC CON PORTUGAL, NO DIA 15 DE SETEMBRO

 

O ator Anthony Carrigan, que se destaca com a sua atuação nomeada ao Emmy®, na série de sucesso da HBO Portugal e com 17 nomeações aos Emmy®, “Barry”, vai estar presente na Comic Con Portugal, no dia 15 de setembro, num painel de Q&A.

A série de sucesso “Barry” que também é protagonizada por Bill Hader, Stephen Root e Henry Winkler, apresenta Hader como um deprimido assassino profissional que relutantemente viaja para Los Angeles para executar um aspirante a ator. Barry segue o seu instinto numa aula de teatro e acaba por se apaixonar pelos palcos de Los Angeles. Carrigan brilha numa atuação icónica como NoHo Hank – um mafioso checheno implacável mas amável, que só quer ser amigo de Barry.

Durante o hiato de “Barry” – Carrigan está a filmar dois filmes de destaque. Primeiro, irá co-protagonizar ao lado de Kevin Hart e Alfre Woodard no drama de Paul Weitz, “Fatherhood”, da Sony Pictures (abril de 2020). Depois, junta-se ao elenco como um “vilão implacável” em “Bill&Ted Face the Music” – a terceira e muito aguardada parte dos lendários filmes de comédia (agosto de 2020).

Apaixonado desde sempre por teatro, Carrigan formou-se no programa de atuação bastante competitivo de Carnegie Mellon. Participou no workshop “Bloody Bloody Andrew Jackson” no prestigiado Williamstown, em 2006, e participou em “Romeo in Juliet” de Shakespeare, no Park, com Oscar Isaac e Lauren Ambrose, em 2007.

Estreou numa série televisiva em “The Forgotten”, da ABC, ao lado de Christian Slater e Elisha Cuthbert, para a Jerry Bruckheimer Television. Depois, mudou-se para o aclamado drama da NBC “Parenthood”, com Cory Smith, o excêntrico chefe de Adam Braverman (Peter Krause). Outros créditos de TV incluem Victor Zsasz, o favorito dos fãs, em “Gotham”, bem como “The Flash”, “The Blacklist” e “Law & Order: Criminal Intent”.

Em 2014, Carrigan decidiu abraçar a sua Alopecia Areata, uma doença auto-imune que causa a queda de cabelo. Este problema que podia originar o fim da carreira, tornou-se numa oportunidade para se tornar um defensor da auto-aceitação. Fala regularmente em eventos que inspiram pessoas, especialmente crianças, para defender o que as diferencia e a serem inimitáveis.

 

KEVIN MCNALLY,
CONHECIDO PELOS SEUS PAPÉIS NOS FILMES “PIRATAS DAS
CARAÍBAS”, CONFIRMADO NA COMIC CON PORTUGAL, NOS DIAS 13, 14 E 15 DE SETEMBRO

 

O ator Kevin McNally, conhecido pelos seus papeis na franquia de sucesso “Piratas das Caraíbas”, vai estar presente na Comic Con Portugal, nos dias 13, 14 e 15 de setembro, em painéis de Q&A, autógrafos e fotografias com os fãs.
Desde 1976 que McNally está envolvido em inúmeras produções televisivas, a começar pelo papel de governante romano, Beaver, filho de Tiberius, na aclamada série de história da BBC “Eu, Cláudio” (1976) e a interpretação de Drake Meat, na popular série “Poldark” (1975). A sua carreira televisiva ascendeu após a sua passagem por “Masada” (1981) e pela série de culto “Doctor Who: The Twin Dilemma” (1984). Durante as décadas de 1980 e 1990, McNally tornou-se um ator respeitável e versátil na televisão britânica e americana. Interpretou uma grande variedade de personagens principais e secundárias, desde o político soviético Kirov, em “Stalin” (1992), ao detetive homicida, Jack Taylor, em “Chiller” (1995), e de um filho inseguro, Alan Hook, na série de TV “Dad” (1997), para um assassino condenado, James Hopkin, em “Bloodlines” (2005). A sua interpretação de Frank Worsley, em “Shackleton” (2002), bem como o papel de Harry Woolf, em “Life on Mars” (2006), estão entre a lista dos seus trabalhos mais conhecidos em televisão.Em 1977, McNally estreou-se no grande ecrã, no papel do Ranger Crewman, na aventura de James Bond, “007 – Agente Irresistível” (1977). Depois de ter participado em mais de vinte longas-metragens, McNally filmou para os famosos piratas internacionais como Joshamee Gibbs, o seu papel mais conhecido, em “Piratas das Caraíbas: A Maldição do Pérola Negra” (2003) e a sequela “Piratas das Caraíbas: O Cofre do Homem Morto” (2006). McNally retornou o papel de  Joshamee Gibbs na terceira parte da triologia, “Piratas das Caraíbas: Nos Confins do Mundo” (2007).

 

Via Comic Con Portugal