5
Regular
Cinema / TV Destaques

Análise a ‘Destroyer – Ajuste de Contas’

O primeiro impacto que você vai ter em Destroyer é o rosto de Nicole Kidman. Não por causa do plano detalhe em seus olhos, super expostos com a luz forte do sol de Los Angeles, mas pela desfiguração de sua face. Sua aparência esquálida com profundas olheiras, pele seca e manchada, são perturbadoras o suficiente para tornar a atriz principal quase irreconhecível. Infelizmente, o impacto da excessiva maquiagem permanece o mesmo, à medida que avançamos numa trama policial com uma série de clichês.

Erin Bell (Kidman) é uma detetive que viveu um trauma no passado e, como sempre, desconta na bebida. Logo no início do filme, a vemos cambalear na cena de um homicídio em que ela afirma saber quem é o responsável pelo crime. Embarcamos, então na clássica narrativa de idas e vindas, enquanto acompanhamos o porquê e como a personagem chegou até aquele ponto na história.

Somos levados a 16 anos atrás, quando Erin trabalhava ao lado se seu parceiro Chris (Sebastian Stan). Juntos, eles infiltram-se num gangue de assaltantes de bancos comandado pelo supostamente sádico, Silas (Toby Kebbell). Em menos de 5 minutos de filme, entendemos que algo deu errado com Chris durante este período e o retorno de Silas à cidade desperta o desejo de vingança de Erin.

A investigação irá progredir de forma marcada, com personagens caricatos e nenhuma real dificuldade para que Erin chegue a seu objetivo final. Sua rebelde filha adolescente, Shelby (Jade Pettyjohn), parece ser a única personagem a trazer desconforto o suficiente à protagonista, resultando naquela que acredito ser a cena mais bem construída do filme: um diálogo entre mãe e filha.

Para além da narrativa fraca, a diretora Karyn Kusama se sobressai ao unir-se com a cinematografa Julie Kirkwood, para criar uma Los Angeles desértica, dura e cinzenta, em contraste com a aparência quente dos flashbacks. Os movimentos de câmera trazem dinâmica para o filme e brilham especialmente nas cenas de assalto. No entanto, o ritmo final acaba sendo prejudicado pela montagem esticada. Ao fim, aquele que promete ser um filme policial e enigmático, com uma forte protagonista anti-herói, acaba como suas cenas iniciais: desarrumado e cambaleante.

 

 

DATA DE ESTREIA: 31/01/2019

REALIZAÇÃO: Karyn Kusama

ARGUMENTO: Phil Hay, Matt Manfredi

ELENCO: Nicole Kidman, Toby Kebbell, Tatiana Maslany, Sebastian Stan

GÉNERO: Policial, Suspense, Drama

PAÍS: EUA

ANO: 2018

DURAÇÃO: 121 minutos

5
Regular

Destroyer - Ajuste de Contas

Filme de Karyn Kusama abusa da maquiagem mas não compensa a trama frágil.
Filmmaker profissional, apaixonada pela arte de contar histórias através da imagem e do som.
Scroll to top