7
Destaques

Análise à PlayStation Classic

A PlayStation faz parte da minha geração, tanto como uma máquina de teletransporte escondida ao lado da TV ou como um elemento, quase morfológico, que esteve ali ao longo de todas as reviravoltas que a vida nos deu ao longo dos últimos 23 anos. A notícia da chegada da PlayStation Classic fez soar o sino da nostalgia, principalmente pelo leque de jogos que traz consigo. Moda são, também, estes emuladores – que passam pela Nintendo até mesmo à MegaDrive. No entanto, e embora a oferta dos jogos incluídos seja interessante de um lado e de outro, a PlayStation Classic ganha essa batalha a milhas.

Estranho é que a consola em si, sem balanças à mistura e usando a perfeição do intelecto de centenas de jogos que nos passaram pelas mãos, pesa menos que uma caixa de um jogo da primeira PlayStation. A caixa quadrada, com o disco (ou discos), os booklets e uma ou outra surpresa ou publicidade externa a outro jogo relacionado, eram o peso que os códigos e compras digitais nunca irão substituir. E esta comparação de peso entre uma consola, com 20 jogos, e a caixa de um jogo apenas é uma metáfora de algo que, por já ter testado outras consolas semelhantes, se revelou numa surpresa sem laço ou embrulho.

PlayStation Classic

Valeu apenas ouvir o jingle de abertura do sistema, que faz sempre vibrar algo dentro do estômago, como se aquele som fizesse parte de uma ligação externa, orgânica do corpo. Já o que acontece depois, deixa-nos o estômago meio vazio – muito pelo sentimento de estamos a jogar um emulador que nos deixa um pouco… desinteressados. Correndo o emulador open-source PCSX ReARMed, a Sony PlayStation escondeu alguns menus que podem melhorar a experiência dos mestres de informática mais astutos, mas que por mais ajustes aqui ou ali, os jogadores veteranos, que de facto tiveram nas mãos a primeira consola, ficarão um pouco desiludidos com a experiência.

Mas esta é também uma oportunidade única dos jovens jogadores testarem pérolas que nos preencheram horas a fio há anos e anos e perceberem como a evolução dos videojogos é incrivelmente rápida. Não é demais recordar a lista de jogos disponíveis:

  • Battle Arena Toshinden™
  • Cool Boarders 2
  • Destruction Derby
  • Final Fantasy VII
  • Grand Theft Auto
  • Intelligent Qube
  • Jumping Flash
  • Metal Gear Solid
  • Mr Driller
  • Oddworld: Abe’s Oddysee®
  • Rayman
  • Resident Evil™ Director’s Cut
  • Revelations: Persona
  • Ridge Racer Type 4
  • Super Puzzle Fighter II Turbo®
  • Syphon Filter
  • Tekken 3
  • Tom Clancy’s Rainbow 6
  • Twisted Metal
  • Wild Arms

Não substitui a primeira PlayStation, mas também não era esse o objectivo. É um excelente presente de Natal para os mais nostálgicos e para os mais novos.

 

Análise por Bernardo Candeias e Gonçalo Béjinha

7

PlayStation Classic

Para os mais nostálgicos e para os mais novos. Uma pequena amostra do que foi a primeira consola da PlayStation.

Pros

  • Excelente selecção de jogos
  • A visita ao passado que... vale a pena!

Cons

  • Não deixa de se fazer sentir como um emulador
Scroll to top