8.5Bits e o MOTELX têm para te oferecer a possibilidade de assistires a um filme na 13ª Edição do festival.

VENCEDORES

NOME SESSÃO
Ana Dias Martins All the Gods in the Sky – Dia 12 / 14h35
Ana Cristina Tavares de Sá Cerqueira Afonso Koko-di Koko-da – Dia 13 / 14h00
Dário André Canário de Sá Koko-di Koko-da – Dia 13 / 14h00
Pedro Miguel David Cordeiro Koko-di Koko-da – Dia 13 / 14h00
Sofia Marques da Silva Jesus Koko-di Koko-da – Dia 13 / 14h00
Renata Morgado Dias Tumbbad – Dia 12 / 14h00
Os bilhetes poderão ser levantados no balcão acreditações/convites no Cinema São Jorge no próprio dia da sessão até 30 minutos antes. 

Vem aí o MOTELX: programação completa da 13.a edição.
“Ma” é o filme de abertura, “Come to Daddy” o de encerramento.

O MOTELX – Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa promove o melhor do terror produzido internacionalmente e estimula a produção de filmes de terror portugueses há 10 anos. Ao longo dos anos, tem conquistado um posicionamento relevante no circuito internacional de festivais de cinema de género, tornando-se num dos eventos culturais mais esperados e destacados do ano em Lisboa.

Entre 10 e 15 de Setembro, o MOTELX propõe mais de 60 sessões para descobrir o melhor cinema de terror da actualidade e rever filmes de culto, com convidados como o realizador Ari Aster (“Midsommar”, “Hereditário”) e o actor veterano Jack Taylor. São já 13 anos a aterrorizar Lisboa e há festa a condizer – na Sexta-Feira 13. Os bilhetes estão à venda.

A sessão de abertura no dia 10 de Setembro traz a estreia nacional de “Ma”, thriller de Tate Taylor (“The Help”, “The Girl on a Train”) com a oscarizada Octavia Spencer no papel de uma mulher solitária que decide acolher as festas de um grupo de adolescentes na sua cave – com regras muito particulares. “Come to Daddy” encerra o Festival a 15 de Setembro e conta com uma interpretação igualmente ousada e inesperada por parte de Elijah Wood. O filme de Ant Timpson mistura gore e humor negro para contar a história de um reencontro entre pai e filho que corre absurdamente mal. 

Ari Aster, prodígio do terror americano, é convidado de honra na 13.a edição do MOTELX e vem apresentar a estreia portuguesa de “Midsommar”, um dos filmes mais aguardados do ano (13 Setembro, 21h), e o já clássico “Hereditário” (14 Setembro, 15h30). As sessões incluirão um Q&A com o realizador. Aster dará ainda uma masterclass sobre folk horror com o escritor Howard David Ingham (“We Don’t Go Back: A Watcher’s Guide to Folk Horror”), seguida de uma sessão de autógrafos (15 Setembro, 17h30). 

À lista de convidados do MOTELX junta-se o veterano Jack Taylor, actor-fetiche do cinema exploitation espanhol dos anos 60 e 70. Taylor participou ainda em filmes de John Milius, Ridley Scott e Milos Forman, e em Portugal contracenou com Johnny Depp em “The Ninth Gate” (Roman Polanski). O MOTELX presta homenagem a esta figura única do cinema de género com uma sessão especial na Sexta-feira 13 (19h). Serão exibidos o documentário “Jack Taylor, Testigo del Fantástico” (Diego López, 2018) e “Necronomicon” (Jesús Franco, 1968). Este último, filme de culto também conhecido como “Succubus”, foi rodado em Lisboa e ficou marcado por duas estreias: a de Taylor como protagonista e a de Karl Lagerfeld como figurinista. 

Além do Prémio MOTELX – Melhor Curta de Terror Portuguesa/Méliès d’Argent, cujos 10 finalistas foram anunciados em Julho, o MOTELX promove o Prémio MOTELX – Melhor Longa de Terror Europeia/Méliès d’Argent em conjunto com a Federação Europeia de Festivais de Cinema Fantástico. São oito os filmes em competição: “Faz-me Companhia”, de Gonçalo Almeida (Portugal, estreia mundial); “All the Gods in the Sky”, de Quarxx (França); “Extra Ordinary”, de Mike Ahern e Enda Loughman (Irlanda, Bélgica); “Finale”, de Søren Juul 

Petersen (Dinamarca); “Get In”, de Olivier Abbou (França); “A Good Woman is Hard to Find”, de Abner Pastoll (UK, Bélgica, Irlanda, estreia internacional); “The Hole in the Ground”, de Lee Cronin (UK); e “Why Don’t You Just Die!”, de Kirill Sokolov (Rússia). 

A secção Serviço de Quarto mostra 26 longas internacionais. Entre as novidades está o brasileiro “Bacurau” de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, filme que em Maio venceu o Prémio do Júri em Cannes. Este ano, o cinema asiático volta a destacar-se com filmes como “The Gangster, the Cop, the Devil” (Lee Won-Tae, Coreia do Sul), o japonês “It Comes” (Tetsuya Nakashima) ou o indiano “Tumbbad” (Rahi Anil Barve). Dos EUA chegam, entre outros, o western feminista “The Wind” (Emma Tammi) e “Nightmare Cinema”, antologia realizada por mestres como Mick Garris e Joe Dante com Mickey Rourke no papel de projeccionista diabólico. Da Europa, realce para “Lords of Chaos” (Jonas A kerlund), baseado na história real dos “Mayhem”, banda de black metal norueguesa com apetite para a destruição. 

A secção Doc Terror regressa com documentários sobre dois lendários realizadores de filmes de terror série B, Jairo Pinilla (“Jairo’s Revenge”, Simon Hernandez) e Al Adamson (“Blood & Flesh”, David Gregory). Exibir-se-á também “Horror Noire: A History of Black Horror” (Xavier Burgin), análise profunda do papel dos afro-americanos no cinema de terror norte- americano. 

Nas sessões especiais, para lá das já anunciadas celebrações dos 40 anos de “Alien” e da primeira Sexta-Feira 13 em 13 anos de MOTELX com “Friday the 13th”, assinalam-se os 60 anos do terror sci-fi “tão-mau-que-é-bom” de “Plan 9 from Outer Space” (1959, Ed Wood) com projecção comentada ao vivo por Susana Romana e Tiago R. Santos (14 de Setembro, 21h). E por falar em Sexta-Feira 13, a festa “MOTELX After Dark” promete esconjurar qualquer superstição com o colectivo cosmo-burlesco belga Dance Divine (Casa de Desenho, Santos-Rio). 

Para aquecer os ânimos, o MOTELX volta a promover eventos Warm-Up de entrada livre entre 5 e 7 de Setembro. No dia 5 de Setembro, o Museu Nacional de Arte Antiga abre pela primeira vez as suas portas à meia-noite para receber o MOTELX e orientar uma visita inédita sobre o inferno na Arte (já esgotada). Sexta-feira, 6 de Setembro, Filipe Raposo pega em 13 temas de terror para convocar ladainhas ancestrais do nosso imaginário cinematográfico num cine-concerto no Convento São Pedro de Alcântara. O Warm-Up termina no Largo Trindade Coelho no sábado, dia 7, com uma sessão ao ar livre de “Ed Wood” de Tim Burton, a dar o mote para a celebração dos 60 anos de “Plan 9”. 

Temos 6 bilhetes duplos para oferecer entre os seguintes filmes:

Carmilla – Dia 11 / Sala MDO às 14h00

A Sombra do Pai – Dia 11 / Sala MDO às 16h25

Tumbbad – Dia 12 / Sala MDO às 14h00

All the Gods in the Sky – Dia 12 / Sala MDO às 14h35

Koko-di Koko-da – Dia 13 / Sala MDO às 14h00

Podes participar até às 17h de dia 10 de Setembro.

Para participares só tens de
-Preencher o formulário abaixo

PASSATEMPO TERMINADO

Verifica as regras do passatempo aqui: http://8dot5bits.com/regulamentos/

Os bilhetes poderão ser levantados no balcão acreditações/convites no Cinema São Jorge no próprio dia da sessão até 30 minutos antes. 

O envio da listagem de vencedores para o cinema é da responsabilidade do festival do filme sendo o 8.5Bits apenas promotor do passatempo. 
Em situações extraordinárias, os vencedores poderão contactar-nos via mensagem privada no Facebook.

 

 

 

Há 8 anos a estudar cinema e técnicas audiovisuais, terminou em 2016 a licenciatura em cinema, estando agora a trabalhar como produtor de conteúdo de vídeo, crítico de cinema e gestor de redes sociais em diversas empresas. Amante de cinema e música, gosta de viajar e aprender coisas novas para aumentar os seus conhecimentos em várias áreas.