Dia das Bruxas, em Portugal, Halloween, no mundo Anglo-Saxónico, Día de los Muertos na América central e do sul. De diferentes formas, com diferentes nomes, o Dia das Bruxas é celebrado um pouco por todo o mundo, e o mundo dos videojogos não foge à regra. Este mês, deixamo-vos com algumas sugestões dentro de vários géneros de videojogos de como podem apanhar uns bons sustos esta noite. Feliz Dia das Bruxas, ou melhor, doçura ou travessura!

FPS – Doom

Sejam os clássicos dos tempos do MS-DOS, seja o título homónimo de 2016, seja a versão em realidade virtual do vídeo, Doom é o clássico por excelência no género dos FPS para vos dar uns bons momentos a mandar demónios de volta aos infernos.

Luta – Darkstalkers

Darkstalkers, um excelente jogo de luta da Capcom desenhado originalmente para o seu sistema arcade CPS2, é um jogo de luta em 2d que aborda a temática de criaturas imaginárias como vampiros, lobisomens, succubus, múmias, e demónios em geral. Se são adeptos de jogos de luta, experimentem-no!

Plataformas – Castlevania

Qualquer Castlevania se centra na luta da família Belmont contra Drácula. No entanto, recomendamos vivamente Simphony of the Night, considerado tanto pela crítica como pelos fãs da série não só um dos melhores Castlevania, senão mesmo um dos melhores jogos de sempre.

RPG – Dark Souls

A saga Dark Souls é famosa pelo ambiente negro, pela beleza dos seus mundos, e infame pela dificuldade que quase roça o absurdo em determinadas situações. No entanto, são RPGs sólidos e memoráveis, que qualquer jogador devia conhecer.

Ação – Resident Evil

Qualquer Resident Evil mereceria uma sessão de jogo no Dia das Bruxas. Apesar de alguns jogos terem ido numa direção mais de ação que de terror, como foi o caso de Resident Evil 6, mas se jogarem ao remake de Resident Evil 2 ou ao fantástico Resident Evil VII (mais assustador ainda na sua versão PSVR), têm medo assegurado para esta noite…

Aventura – Grim Fandango

Terminamos com uma alusão ao Día de los Muertos, típico do México, naquele que foi um dos últimos jogos da velhinha Lucasarts, uma das mais acarinhadas produtoras dos anos 90. Grim Fandango, seja na sua versão original ou na remasterizada, roça a genialidade em praticamente todos os aspetos: argumento, diálogos, personagens, humor… Se têm saudades de uma clássica aventura point-and-click, não hesitem!

MMORPG – World of Warcraft

Não, World of Warcraft não é um jogo de terror, mas tem, como muitos outros MMOs, eventos sazonais dedicados ao Dia das Bruxas. O Cavaleiro sem Cabeça é o nosso adversário por estes dias, na esperança de conseguirmos equipamento e uma nova montada. Há também muitas atividades espalhadas por Azeroth alusivas ao dia, que são divertidas, apesar de pouco recompensadoras.

Retrobits é uma rúbrica mensal que tenta recuperar parte da história dos videojogos. Desde grandes sucessos a joias escondidas, tentaremos deixar-vos neste espaço algumas sugestões de jogos perdidos no tempo.

Pedro Moreira é Reviewer no 8.5Bits | twitter @morenho27 | pedromoreira@8dot5bits.com