8.1
Bom
Videojogos

Teste a ‘Jupiter & Mars’

Jupiter e Mars são dois golfinhos que dão o nome ao jogo, Jupiter &Mars. Controlando o primeiro deles, com a ajuda do outro, cabe-nos a nobre missão de limpar a poluição dos oceanos que “os que andavam na terra” deixaram há milénios atrás. Esta é a premissa de um jogo que foi construído pelo estúdio Tigertron em colaboração com a SeaLegacy e a The Ocean Foundation, duas organizações ambientalistas, o que nos diz muito do caráter didático do jogo, do ponto de vista da ecologia, mais concretamente da preservação dos oceanos.

O jogo foi lançado no último dia 22 de abril, Dia da Terra, data escolhida propositadamente. Jupiter &Mars foi concebido para se jogar em Realidade Virtual, com recurso ao PSVR, de preferência com auriculares, mas pode ser jogado na televisão sem ser em Realidade Virtual. No entanto, e sem qualquer dúvida, o jogo é pouco mais que medíocre se não for jogado com o recurso ao PSVR, onde ganha um grau de imersão completamente diferente, pois estamos perante um jogo em primeira pessoa, no fundo dos mares, onde devemos desviar-nos dos perigos e salvar as criaturas marinha que nos pedirem auxílio.

A campanha tem uma duração aceitável, de cerca de cinco horas, mais as que perdemos por andarmos perdidos. Infelizmente, os golfinhos não têm acesso a um mapa, o que dificulta bastante a nossa orientação. Este é, de resto, um dos poucos problemas que encontrámos no jogo. A nível técnico, os gráficos são agradáveis à vista, com um estilo de arte bastante peculiar. As músicas, de estilo techno, são pegadiças e variadas, o que também torna a experiência mais agradável.

Pedro Moreira é Reviewer no 8.5Bits | twitter @morenho27 | pedromoreira@8dot5bits.com

8.1
Bom

Jupiter & Mars

Jupiter & Mars tem um conceito interessante e uma mensagem muito positiva, na qual se tenta consciencializar os jogadores para a poluição dos oceanos e para as consequências que terão a longo prazo. Com o uso do PSVR, é uma experiência apelativa, mas também se pode desfrutar sem ser em Realidade Virtual.

Pros

  • Grafismo peculiar.
  • Banda sonora.
  • A mensagem positiva que transmite aos jogadores.

Cons

  • Sem PSVR não tem muito para oferecer.
  • A ausência de um mapa.
Jogador desde os tempos do Spectrum, aficionado a jogos de Luta, Condução e RPG. Estudou Línguas e Literaturas na Universidade Nova de Lisboa, e Línguas, Literaturas e Culturas na Universidade de Évora. É Professor de Português e Espanhol, e nos (poucos) tempos livres consegue, por vezes, ligar o PC.
Scroll to top